Monday, 26 November 2012

Resumo de outro dia de chuva

Hoje até choveram céus inteiros
E eu, no meu pensar-gato, a escarnecer do tempo
esse nó absurdo que não prende coisa nenhuma.

10 comments:

João Menéres said...

Também andei às gotas !
Mas não tenho uma macro como a tua !...
Resultado, como não uso guarda-chuva quando ando a fotografar, não PENSO-GATO...
Fiquei um GATO PINGADO !
Mais uma para o REMUS se roer, que eu já nem te ligo importância !


Um beijo que se não prende...

Diana Tavares said...

gostei :)

ZEKARLOS said...

Sim, depois de bem espremido, este fim de semana de chuva deu nisso, uma grande foto. Bjs

Remus said...

Já nem sei o que hei-de desejar para si. Se está sol, vem com fotografias fantásticas de sombras, detalhes e formas que só a Lina vê e encontra. Se está a chover, vem com estas fotografias, com papeis, recortes, garfos (agora até tremi só de pensar)... Enfim!
Este é um caso em que se é preso por ter cão e por não ter.
Cada vez tenho mais a certeza que a Lina é como as crianças, só está bem a dormir.
:-)

Fábio Martins said...

Também gostei :)

Anonymous said...

... nó ... molhado de emoções ... soltas por aí ... em catadupa de gotas ... talvez chuva ...
T

Sandra Rocha said...

Bem visto, gosto do contraste com a cor da parede.
Bjs

Fabricio K. Ramos said...

Lina, tuas fotografias são de uma beleza e uma delicadeza que só você consegue...

Kaipiroska said...

Este emaranhado de corda enfeitado por estas singelas gotas de água está um espanto, e o fundo num único tom ainda dá mais destaque a este "nó absurdo" :) Gostei!

João Menéres said...

Arranjas cada NÓ !...